quarta-feira, fevereiro 25

Sem saber que o pra sempre, sempre acaba

Terceiro ano. É o ano crucial na vida de qualquer estudante. É o ano em que a nossa vida termina, e recomeça ali adiante. É o ano em que talvez marque o fim de uma história com algum amigo, com o colégio, com o meio em que estávamos acostumados a viver. Mas nada daqui pra frente será igual. Serão novos desafios, novos amigos -e inimigos?- a serem feitos, nova rotina e novos lugares; afinal, nova vida.

Eu me lembro daquelas frases de agenda anual, em que a gente pegava e escrevia: "Amigo A, Amigo B, Amigo sempre de você". Se não era isso, era algo do gênero. Mas não foi pra sempre. Teve tanta gente que marcou a minha vida, e nem faz idéia o quanto. E às vezes essas pessoas se vão. Não se vão literalmente, a vida delas continua, e a minha também. Mas o que ficou foi apenas as boas lembranças, e um vazio. O vazio de não poder mais compartilhar da companhia de alguém que te fez feliz um dia. E isso é uma puta injustiça! Que merda de vida escolar é essa que nos faz viver os melhores anos das nossas vidas e depois nos arranca tudo isso dizendo "Parabéns, formando"? É claro que nem sempre tudo foi um mar de rosas, teve as brigas, os momentos difíceis, troca de colégios e tal, mas foi ali que a gente cresceu! Por mais que a base da educação viesse de casa, foi ali, jogado às feras que definimos o nosso caráter, quem nós realmente somos e quem queremos ser no futuro. Eu digo jogado às feras porque não tinhamos mais quem nos protegesse. A gente podia dizer o que quisesse, pensar o que quisesse. Aprender a ser nós mesmos longe do olhar atento dos nossos pais. Foi lá que escolhemos com quem andar, o fazer ou não fazer, o que gostamos mais de estudar, se somos destros ou canhotos :P Mas... Por que tem que terminar?

Apesar de tudo, foi maravilhoso. Eu sinto um nó na garganta ao assumir que eu não aproveitei o que deveria. Não pelo menos ao que todos temos direito, não pelo menos em Palmeira das Missões. Eu me julgo diferente, porque como todos sabem, eu me mudei. Me mudei na melhor fase da minha vida. Onde eu encontrei amigos realmente fiéis, e por mais que fossemos crianças, esse sentimento sempre foi tão verdadeiro que dura até hoje. E eu não quero que se extingue nunca. Mas o caso é, não foi o fim do mundo. Pra mim, na época, foi sim. Claro que foi. Foram os dois primeiros anos lá os piores da minha vida, os que eu mais sofri, os que eu cheguei ao limite da minha resitência física e psicológica. Sinceramente, eu não desejo isso pra ninguém. Eu sei o que eu passei, e não quero ser hipócrita ao dizer que me sentia bem sabendo que os meus amigos estavam todos juntos enquanto eu sofria nas mãos daqueles torturadores juvenis. Eu sentia inveja deles mesmo. Não só deles, dos novos colegas também. Porque eu era a espécie em extinção. Aquele que chegou depois e nunca seria aceito.

Mas uma grande amiga de Palmeira, a Tati -espero que ela leia isso, porque eu estou citando ela por isso mesmo-, me explicou certa vez que a nossa vida é um trem. E ao nosso lado nas poltronas sentam todos os tipos de pessoas, pessoas que as vezes vêem pra ficar, e outras que vão explorar outros vagões. E o meu vagão, dessa vez é em Palmeira das Missões. E por mais que eu não goste, é a realidade. E por que não explorar o melhor deste vagão? Conhecer as pessoas dali, ver o que há de diferente, aprender. Eu me arrependo de só ter percebido que poderia aproveitar mais esse vagão no meu último ano nele. É crise de terceirão mesmo, puta vontade de chorar. Mas felizmente ainda há tempo. O trem ainda vai levar muito tempo pra chegar à estação, e antes que isso aconteça, eu vou levantar daqui e viver a minha vida. Onde quer que eu esteja.

"Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar que tudo era pra sempre
Sem saber que o pra sempre sempre acaba"

16 comentários:

-Miche* disse...

Ain a Tati é incrivel mesmo.
Ela sempre diz as melhores palavras de consolo.
Q p. vontade de chorar depois de ler isso.

Ms então Gui,vamos aproveitar o terceirão??! ^^

Bruno Mezzomo disse...

Eu até ia chorar, mas aí eu lembrei que eu sou uma rocha hahah :B
Terceiro ano é uma coisa complicada, é boa e ruim ao mesmo tempo.
Desde 1999 a gente tem essa rotina de ir pra aula, conviver com aquelas pessoas de sempre, fazer prova, levar xingão dos professores, receber boletim, depois ir pras férias e três meses depois começar tudo de novo.
Depois de mais de uma década acostumados com isso a gente tem que fazer tudo diferente, e vai ser muito³ estranho quando a gente se formar.
Adorei essa parte: "Que merda de vida escolar é essa que nos faz viver os melhores anos das nossas vidas e depois nos arranca tudo isso dizendo "Parabéns, formando"?" *_*

'baxinho disse...

éé miche, devo essa minha "mudança" principalmente à Tati (:
Aii não chora, já basta eu emo :~

Yeah, vamo detona esse ano
Detona estudando né :P

'baxinho disse...

Bruno e seus text.. -cof cof- comentários :P

Mas é sério mesmo, como vai ser a nossa vida daqui em diante? O que a gente vai fazer na segunda-feira de manhã, quando lembra que tem química no primeiro e vai com aquela cara de "eu assisti o fantástico" pra sala de aula? O:

*dramático*

Helô ;D disse...

MELDELS então eu ja tive varios vagões: São Paulo, São Bernardo, São Leopoldo & Indaiatuba. Sim, nós estamos crescendo e cada dia fica mais evidente que iremos nos separar, sendo precoscemente como eu e o bashinho ou juntos depois do terceiro ano como o resto dos nossos amigos.
Me sinto na pior fase da minha vida -de novo- é como se eu fosse a lindsay lohan em meninas malvadas, uma garota que chega da africa para os estados unidos e tem que aprender tudo o que é viver em uma selva de verdade, a escola.
Adorei essa parte: "Que merda de vida escolar é essa que nos faz viver os melhores anos das nossas vidas e depois nos arranca tudo isso dizendo "Parabéns, formando"?" *_* [2]

'baxinho disse...

Viu! Sejam solidários comigo e Helô, nós enfrentamos as Reginas Georges todos os dias! :s

E eu sei que eu faço frases de efeito, ok? C:

Helô ;D disse...

HSUAHSHUS sim, nós somos os verdadeiros HEROIS desse país -Q

-mari- disse...

Aiii. Mas tu sempre volta... Acho que é por isso que a gente nem sente tanto. Quando a saudade começa a ficar insuportável tu aparece. E vai fazer faculdade onde?

-Miche* disse...

Isso aí:sem lágrimas dramaticas ematicas ^^ chega delas por enquanto.

Detona estudando? Q nada! Vô é quebra td hoho'(bem capaz né) detona estudando pra passa na ufrgs -nem sonho quase-.

Tbm adorei essa parte:"Que merda de vida escolar é essa que nos faz viver os melhores anos das nossas vidas e depois nos arranca tudo isso dizendo "Parabéns, formando"?"[3]

'baxinho disse...

Eu sei né, Mari
eu sempre to voltando, mas não é a mesma coisa. Quando pra voces, ficar um mês sem mim é suportável, pra mim, ficar todos esses dias sem vocês é horrível :s
Mas é obvio que voces nao tem culpa. Eu só me sinto... injustiçado. Sei lá
E outra coisa a faculdade, eu não sei ainda. Eu sei que eu vo me mata estudando pra passa no enem, daí quem sabe eu faça na unisinos mesmo ou em alguma em porto. Mas eu nem sei o que eu quero fazer :/

'baxinho disse...

Aii Miche, queria tanto poder aproveitar mais esse ano. É o ultimo, né? Além das lágrimas vou ter que dividir o meu tempo com os livros e professores. Ninguéém merece. Mas é o que tem que ser feito né? :x
Não me vem com essa de sonhar, nós VAMOS passar na ufrgs, juntos! \o

-Miche* disse...

É o q tem q ser feito mesmo. ^^

Tá bom! Juntos!
q curso qr fazer?
(virou um chat)

'baxinho disse...

oiahsoiahsoahs é mesmo :P
vamos fazer música e morrer de fome! -q
contando que eu tenho uma linda voz e um senso musical ótimo, nós faríamos sucesso como um grupo de funk. Alguem mais quer participar?

-Miche* disse...

nossa carreira ja tá certa então.
Suucesso cantando funk ^^
oiashsaosaihs

'baxinho disse...

Mas claaro, quer carreira mais fácil? ;P

Kristine disse...

Hello! About your comment on my blog. I will start to say that the weather here right now is cold and snowy. It doesn't snow, but it's still a loads of snow here from earlier and we don't if it's gonna snow sooner again. But the weather is soon getting warmer because of the spring. About the rest: I don't know yet. I can think about it? I have a lot to do with school and all that, but I'll see.